Acupuntura 

  Consiste na aplicação de agulhas, em pontos definidos do corpo, chamados de “Pontos de Acupuntura” ou “Acupontos”, tem origem chinesa, sendo praticada há mais de 3000 anos, com a finalidade de promover e restaurar as funções energéticas dos tecidos e órgão do paciente, obtendo efeito terapêutico em diversas condições como dores musculares e articulares, fibromialgia, enxaqueca, gastrite, insônia, tensão pré-menstrual, edemas, hipertensão arterial, dismenorréia, disfunções da libido, alergias, anisedade, depressão, bruxismo, constipação.

A tradução causa a impressão de que o terapeuta só trabalha com agulhas, mas os pontos também podem ser estimulados por outros tipos de técnicas como pressão dos dedos, stiper, ventosas, moxa e magnetos.

A visão tradicional da medicina chinesa está profundamente ligada a teorias baseadas no Taoísmo, sobre a dualidade Yin e Yang, sobre meridianos, sendo assim o tratamento pela acupuntura se preocupa com a causa do problema e não apenas com os sintomas, tratando sempre o ser humano como um todo.

Auriculoterapia

O mapa auricular está diretamente relacionado com as áreas reflexas do corpo inteiro.  O padrão é sempre o mesmo e na auriculoterapia têm como referência a visualização do feto invertido intra-útero. Esta técnica pode ser associada ou não à acupuntura sistêmica.

As regiões ou pontos podem ser estimuladas de diversas maneiras, como através de agulhas que serão retiradas no final da sessão, de pequenas agulhas semi-permantentes ou ainda através de sementes de diversas plantas para massagem dos pontos, sendo a mais utilizada a de mostarda. A auriculoterapia é usada de forma a associar e melhorar o tratamento estabelecido com a Acupuntura.